Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

O que é amor?



"Passei a ocupar meus dias pensando sobre o que, afinal, é isso que todo mundo enche a boca pra chamar de amor, como se fosse algo simplificado: defina em meia dúzia de frases, é fácil, querida. É fácil? Pois a querida não entende como uma palavrinha simples formada por apenas duas vogais e duas consoantes pode absorver um universo de sensações contraditórias, diabólicas, insensatas, incandescentes e intraduzíveis.
O que é amor?"

Martha Medeiros



quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Tranquilidade em nós mesmos


"Quando nos abrimos para seguir a voz da alma, aos poucos vamos descobrindo
que a tranquilidade não se encontra nos prometidos finais,
ela está presente em cada um de nós.
E isso fica claro á medida que nos conectamos com o nosso propósito divino.
Percebemos, então, que só é possível encontrar tranquilidade
á proporção que nos conhecemos melhor e nos aproximamos de quem realmente somos.
Tranquilidade se aproxima de nós á medida que nos aproximamos de nós mesmos."

Claudia E. Obenaus - Trecho do livro A lavanda como caminho

Amando o livro da querida Claudia





terça-feira, 26 de agosto de 2014

Entrego, Confio, Aceito e Agradeço!


"Envolvidos por uma situação de estresse violento, de desafio alarmante, 
assaltados pela dor em forma de doença, pelo desemprego,
desconforto, quando imersos numa crise que ultrapassa nossas esperanças de solução,
é imperioso mobilizar todos os nossos talentos, poderes, possibilidades,
nossas reservas, para tentar uma saída, uma superação.
Depois disso, se ainda nos vemos submetidos, manietados, derrotados, 
extenuados, vencidos, condenados ... que resta fazer?
Para fazer face a situações assim, que me convencem de minha impotência,
tenho aplicado, com vitória, uma estratégia que minha longa existência me fez aprender:
entrego o problema, ou entrego a mim mesmo, confiando na providência divina,
e, portanto, predisposto a aceitar o que vier como resposta,
e, numa prova de amor e fé, agradeço a Deus, antecipadamente, pela resposta que ELE
achar melhor, seja qual  for. Entrego, Confio, Aceito e Agradeço!
A entrega não chega a ser verdadeira se desejamos uma determinada resposta.
Se nos entregarmos totalmente, de imediato a paz nos acaricia. 
Aí, naturalmente deixamos a batalha com Deus, que tudo pode, para que ele batalhe por nós. 
O alívio é imediato. Estar entregue a Deus é a mais perfeita condição".

Hermógenes, do livro Convite á não violência.



segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Comecei a viver a minha própria vida


"É melhor viver o seu próprio destino de forma imperfeita do que viver a imitação
da vida de outra pessoa com perfeição.
Então agora comecei a viver a minha própria vida.
Por mais imperfeita e atabalhoada que ela possa parecer, 
ela combina comigo, de alto a baixo".

Elizabeth Gilbert

Que lugar mais gostoso esse gente?
Boa semana pra todo mundo,cheio de paz! 





sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Desista pra ser Feliz!


" Desista da sua necessidade de estar sempre certo
Desista da sua necessidade de controlar
Desista de culpar
Desista do diálogo interno autodestrutivo
Desista das queixas
Desista da sua necessidade de impressionar os outros
Desista da sua resistência ás mudanças
Desista de rotular
Desista de seus medos
Desista das suas desculpas
Desista do passado
Desista dos apegos
Desista de viver sua vida segundo as expectativas das outras pessoas
Desista de autojustificar".

Desconheço o autor

Interessante essa lista, não acham?
Se conseguirmos desistir de uma das coisas daqui, já é um excelente
começo! Bom final de semana pra todo mundo.




quarta-feira, 20 de agosto de 2014

A previsibilidade


"Um padrão é algo fascinante. Desafia e resiste bravamente ao universo de coisas 
aleatórias que nos cerca. É maravilhoso ver funcionar o
mecanismo de um relógio. A previsibilidade nos tranquiliza e, só assim,
descansamos em paz. Pena que aconteça só na tela,
essa janela onde o sol sempre brilha e o risco é calculado".

Humberto Gessinger, trecho do livro Nas entrelinhas do Horizonte

Viver é saber buscar o equilíbrio, a vida é dual.
Correr riscos faz parte. Se levarmos como aprendizado, tudo é válido!




segunda-feira, 18 de agosto de 2014

O Destino e o Livre Arbítrio


"....Sinto que o destino também é um relacionamento - uma interação entre a graça divina
e o esforço pessoal direcionado.
Sobre metade dele você não tem o menor controle; a outra metade está
completamente nas suas mãos, e as suas ações terão consequências perceptíveis.
O homem não é nem uma marionete dos deuses, nem tampouco é senhor do seu próprio destino;
ele é um pouco de ambos. Galopamos pela vida como artistas de circo, 
equilibrados em dois cavalos que correm lado a lado a
 toda velocidade - 
com um pé sobre o cavalo chamado "destino", e outro sobre o cavalo chamado "livre-arbítrio".
E a pergunta que você precisa fazer todos os dias é: qual dos cavalos é qual?
Com qual cavalo devo parar de me preocupar, porque ele não está sob meu controle,
e qual deles preciso guiar com esforço concentrado?
Há tanta coisa no meu destino que não posso controlar, mas outras coisas estão, sim,
sob a minha jurisdição. Existem determinados bilhetes de loteria que posso
comprar, aumentando, assim, minhas chances de encontrar satisfação.
Posso decidir como gasto meu tempo, com quem interajo, com quem compartilho meu corpo,
minha vida, meu dinheiro e minha energia. 
Posso decidir o que como, o que leio e o que estudo.Posso escolher como vou 
encarar as circunstâncias desafortunadas da minha vida - se as verei como
maldições ou como oportunidades (e, quando não tiver forças para adotar o ponto de vista mais
otimista, porque estou sentindo pena demais de mim mesma, posso decidir continuar
tentando mudar minha atitude). Posso escolher minhas palavras e o tom de voz 
com que falo com os outros. E, acima de tudo, posso escolher meus pensamentos".

Trecho do livro Comer, Rezar e Amar de Elizabeth Gilbert





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...