Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 31 de janeiro de 2015

Mundo interior


"A casa da gente é uma metáfora da nossa vida, é a representação exata e fiel
do nosso mundo interior. Li essa frase outro dia e achei perfeito.
Poucas coisas traduzem tão bem nosso jeito de ser como nosso jeito de morar.
Tudo pode ser revelador: se deixamos a comida estragar na geladeira,
se temos a mania de deixar as janelas sempre fechadas, se há coisas para consertar.
Isso também é estilo de vida. 
Há casas em que tudo o que é aparenta está em ordem, mas reina 
confusão dentro dos armários. Há casas tão limpas, tão lindas, tão perfeitas
que parecem cenários.: faz falta um cheiro de comida e um som vindo lá do quarto.
Há casas escuras. Há casas feias por fora e bonitas por dentro.
Há casas pequenas onde cabem toda a família e os amigos,
há casas com lareira que se mantêm frias, há casas prontas para receber
visitas e impróprias para receber a vida.
Pode parecer apenas o lugar onde a gente dorme, come e vê televisão, mas
nossa casa é muito mais que isso. 
É a nossa caverna, o nosso castelo, o esconderijo secreto, 
onde coabitamos com nossos defeitos e virtudes."

Martha Medeiros





quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Nunca se desculpe por essas 13 coisas


Nunca se desculpe por essas 13 coisas mesmo que você acha que deva.

1-) Você nunca deve pedir desculpas por amar alguém.
Comemore o fato de que você é capaz de amar. Há muitas pessoas no mundo com
muito medo de ter uma chance no amor. 

2-) Você nunca deve pedir desculpas por dizer não.
Respeitar suas próprias limitações é um sinal de auto-respeito. 

3-) Você nunca deve pedir desculpas por seguir um sonho.
Uma vida vivida com pesar é algo lastimável. São os sonhos que fazem você ser quem é.

4-) Você nunca deve pedir desculpas por tirar um tempo para si.
Você nunca vai ser bem sucedido e ter felicidade a não ser que primeiro cuide de você.
Sempre separe um tempo para as suas próprias necessidades.

5-) Você nunca deve pedir desculpas por escolher suas prioridades.
Nunca deixe ninguém fazer você se sentir culpado por escolher suas próprias prioridades.

6-) Você nunca deve pedir desculpas por terminar um relacionamento tóxico.
Uma relação doentia o impede de alcançar seu pleno potencial e abrir mão dela é um passa enorme.

7-) Você nunca deve pedir desculpas pelas suas imperfeições.
Imperfeições são os ingredientes da nossa personalidade. Elas devem ser abraçadas e aceitas.

8-) Você nunca deve pedir desculpas por lutar.
Nunca diga que você está arrependido por defender seus valores, a moral, a ética,
suas crenças religiosas ou espirituais.

9-) Você nunca deve pedir desculpas por não saber a resposta.
A busca constante por conhecimento mantém nosso cérebro jovem. Ser capaz de admitir
que não sabe é um sinal de força e humildade.

10-) Você nunca deve pedir desculpas por ter grandes expectativas.
Ter grandes expectativas significa apenas que você se importa o suficiente com os outros,
para empurrá-los para o seu melhor.

11-) Você nunca deve pedir desculpas por gastar dinheiro consigo mesmo.
Nunca peça desculpas por tratar-se de maneira especial. Comprar algo agradável para si
melhora a auto-estima. O único cuidado é não se perder na sociedade consumista 
que vivemos hoje.

12-) Você nunca deve pedir desculpas pelo atraso em sua resposta.
As pessoas de sucesso entendem que ás vezes priorizar significa demorar para responder
alguns emails ou telefonemas. 

13-) Você nunca deve pedir desculpas por dizer a verdade.
Pessoas fortes dizem a verdade. Mesmo que a verdade seja dolorosa, os benefícios da
honestidade superam o impacto inicial da verdade.

Pedir desculpas ou dizer que sente muito quando isso não é necessário reduz a auto-estima
ao longo do tempo.
Reserve o sinto muito para quando você realmente cometer um erro!

Fonte. Site: www.contioutra.com











quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Lugares que eu quero conhecer: NY


Já comentei aqui outras vezes que trabalho em uma agência de turismo, certo?
Então, viajar é uma das coisas que eu mais gosto de fazer.
Claro, que falta digamos ($$) muita coisa pra ir a todos os lugares que eu gostaria,
masss a gente nunca deixa de sonhar certo?
Meu sonho sempre foi Paris e Nova York (clichê ok, mas quem liga?).
Paris aconteceu ano passado e agora falta Nova York.

Gostaria de ir ao Central Park, aos shows da Broadway, a Times Square,
vendo todos aqueles lindos cenários dos filmes que mais amamos.
Ver a Estatua da Liberdade, o Empire State Bulding, os museus, as lojas,
o Rockefeller Center, a Quinta Avenida, a neve... Porque a pessoa aqui gostaria de ir no inverno! 
Dos EUA na verdade gostaria ainda de conhecer Orlando, Las Vegas, Los Angeles e 
Chicago.

E vocês conhecem NY? Ou alguma cidade dos EUA?








terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Milagre mesmo é sentir


"A simplicidade tem me perseguido. Quanto mais o tempo passa, menos espero
e com mais qualidade eu quero. É como se tudo girasse em 
torno das coisas que não preciso comprar.
Prezo a prece, mais do que o milagre em si.
Milagre mesmo é sentir. E sentir ultrapassa qualquer coisa
que eu possa quer. Hoje, meus objetos de desejo são impalpáveis
porque  não são objetos: são sensações. E eu tenho a sensação de que é
mais prazeroso assim."

Fernanda Gaona





sábado, 24 de janeiro de 2015

Meta de leitura para 2015


Olá pessoal! Acho que já comentei aqui outras vezes que eu AMO 
ler, certo? E esse ano diferente dos outros não coloquei uma meta muito grande
para leitura, nada do tipo 20 ou 30 livros no ano, ou 3 livros por mês.
Porque não sei vocês, mas sempre que eu coloco uma meta assim, na maioria
das vezes que começo a ficar ansiosa e não aproveitando muito as leituras.
Masss, tem alguns livros que eu quero muito ler esse ano, e divido aqui com vocês quais são:

1-) Quando você voltar - Kristin Hannah 
Já li um outro livro dela que eu AMEI, chamado Jardim de Inverno que fala
sobre Leningrado da Segunda Guerra. Essa escritora é intensa e sabe escrever. Pretendo ler outros
livros dela. 

2-) Todo dia - David Levithan
Sobre um protagonista que todos os dias acorda em um corpo diferente.
Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade. Parece interessante não?

3-) A bibliotecária de Auschiwitz - Antonio G. Iturbe
Ok, eu tenho uma certa obsessão por esse assunto, são relatos, histórias muito triste,
mas um tanto poéticas também. E dizem que esse livro é maravilhoso.

4-) O Segredo das coisas Perdidas - Sheridan Hay 
 Esse na verdade já iniciei a leitura. Pra quem ama livros, é um prato cheio.
Conta sobre Rose, 18 anos uma menina que mora na Tasmania, e perde a sua querida mãe, e sem família, casa e emprego, vai realizar seus sonhos em Nova York trabalhando em uma enorme livraria da cidade.Onde acaba descobrindo um manuscrito não publicado do autor de Moby Dick, 
Herman Melville.

5-) Grace - A Princesa de Mônaco - Jeffrey Robinson 
Depois que fiz aquela viagem a França conhecendo várias cidades e tive
a imensa felicidade de conhecer Mônaco, me interessei muito pra ler essa biografia.
Nosso grupo visitou o seu tumulo e confesso que não sabia muito coisa.
Mas achei tudo incrivelmente interessante. 

Esses são os 5 primeiros livros que provavelmente irei ler durante esse início de ano.
Não são apenas 5 livros que eu quero ler, mas vou deixar a vontade 
falar mais alto e ler sem pressa ou sem seguir a risca.
Aqui em casa temos muitos livros e opções não faltam de clássicos e literaturas
juvenis. E vocês alguma ideia do que quer ler esse ano?

Me contem! 












quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

O que você quer?


"O que você quer? Múltiplas alternativas. Medicina. Arquitetura. Música.
Homeopatia. Casar. Ficar solteiro. Escrever um livro. 
Fazer nada o dia inteiro. Ter dois filhos. Ter nenhum. Cruzar o Brasil de carro.
Entrar para a polícia. Tempo pra ler todos os livros do mundo.
Conhecer a Grécia. Morar na Grécia. Morrer dormindo. Não morrer.
Aprender chinês. Aprender a tocar bateria. Desaprender tudo o que aprendeu errado.
Acupuntura. Emagrecer. Ser famoso. Sumir.

O que você quer? Morar na praia. Filmar um curta. Arrumar os dentes. Abrir uma pousada.
Recuperar a amizade com seu pai. Trocar de carro. Meditar. 
Aprender a cozinhar. Largar o cigarro. Nunca mais sofrer por amor. Nunca mais.

O que você quer? Viver mais calmo. Acelerar. Trancar a faculdade.
Cursar uma faculdade. Alta na terapia. Melhorar o humor. Um tênis novo.
Engenharia mecânica. Engenharia química. Um mundo justo. Cortar o cabelo.
Alegrias. Chorar."

Martha Medeiros 





quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Eu respeito o tempo


"Eu respeito o tempo. O que o tempo me traz, eu enfrento,
e não me iludo com isso. A Yoga me ensinou a não temer. Tenho saúde,
felicidade e paz e aceito que o tempo passa.
A Yoga me ajudou a descobrir que Deus, que é a essência
única de todos os indivíduos, está presente.
Deus é o mesmo, independente dos nomes dados pelas religiões.
Ele é o que dá a vida, a luz e a felicidade que existe em nós.
Deus é a consciência."

Trecho de entrevista do Prof. Hermógenes conhecido
por divulgar o Yoga